África
  Mundo
  Economía
  Direitos Humanos
  Saúde
  Ambiente
  Globalização
  Arte e Cultura
  Energia
  Politica
  Desenvolvimento
  Colunistas
 
  RSS o que é isso?
   ENGLISH
   ESPAÑOL
   FRANÇAIS
   SVENSKA
   ITALIANO
   DEUTSCH
   SWAHILI
   MAGYAR
   NEDERLANDS
   ARABIC
   POLSKI
   ČESKY
   SUOMI
   PORTUGUÊS
   JAPANESE
   TÜRKÇE
PrintSend to a friend
 

ONU se volta para a situação dos jovens
Thalif Deen

Nova York, Estados Unidos, 27/4/2012, (IPS) - A Organização das Nações Unidas (ONU), sempre concentrada nos diferentes conflitos bélicos do planeta, agora volta sua atenção também para temas socioeconômicos importantes, como a situação dos jovens, a pobreza, os abusos sexuais, a mutilação genital feminina e a saúde reprodutiva.


Crédito: Albert Gonzalez Farran
A sudanesa Yusra Suleiman al toum Ahmed, de 16 anos, quer ser jornalista.
"Esta geração de jovens é a maior da história", destacou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, ao participar da reunião da Comissão de População e Desenvolvimento (CPD), que termina hoje em Nova York.

"E ainda mais importante é que esta geração de jovens está fazendo história", destacou o secretário-geral referindo-se ao papel da juventude nos levantes populares da Primavera Árabe. O tema do encontro da CPD é "A experiência nacional em assuntos de população: adolescentes e jovens".

Dos mais de sete bilhões de habitantes do planeta, cerca de 1,2 bilhão são adolescentes e jovens menores de 20 anos, segundo a ONU. E, destes, aproximadamente 300 milhões vivem na "pobreza absoluta", lamentou o diretor-executivo do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Babatunde Osotimehin. O funcionário expressou sua preocupação particular pela situação das adolescentes, e afirmou que a maior causa de morte entre elas são as complicações durante a gravidez e no parto. "Precisam de nossa proteção e nossa ajuda", pontuou aos delegados.

Osotimehin explicou que sua agência aproveita o poder da tecnologia, usando telefone celular para ajudar as parteiras, por exemplo. Também emprega o programa Skype, de comunicação de voz e imagem pela internet. Os jovens "do doutro lado da brecha digital" são alcançados por meio das redes sociais, Facebook e Twitter, ressaltou. Segundo Osotimehin, "esses esforços são essenciais para a saúde sexual reprodutiva dos jovens, pois a conscientização pode fazer a diferença entre a vida e a morte", destacou.

O secretário-geral da ONU informou que até 60% dos ataques sexuais no mundo são cometidos contra meninas menores de 16 anos, e que a cada ano mais de três milhões de meninas em todo o mundo correm o risco de sofrer mutilação genital. "Anualmente, 16 milhões de adolescentes se convertem em mães, e a cada dia mais de duas mil jovens contraem o HIV, vírus causador da aids", afirmou Ban.

Mais de cem milhões de adolescentes não vão à escola e mais de 75 milhões de jovens estão desempregados. "Temos a responsabilidade coletiva de reduzir esses números", ressaltou o secretário-geral das Nações Unidas. Dirigindo-se às delegações de jovens que participam do encontro, Ban afirmou: "Bem-vindos. Vocês são as Nações Unidas".

Por outro lado, representantes dos 13 membros da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) destacaram que estão comprometidos com a implantação da campanha Década para o Poder dos Jovens e o Desenvolvimento Sustentável 2009-2019. A SADC é integrada por Lesoto, Malawi, Mauricio, Moçambique, Namíbia, República Democrática do Congo, Seychelles, África do Sul, Suazilândia, Tanzânia, Zâmbia e Zimbábue.

Por sua vez, o presidente da Junta Nacional de População e Planejamento Familiar da Indonésia, Sugiri Syarief, afirmou que é crucial os Estados-membros da ONU discutirem vias efetivas para enfrentar os problemas dos jovens, e destacou que desde 2005 seu país destinou 20% do orçamento anual ao ensino, e anunciou que o governo indonésio prepara um plano para garantir que cada cidadão tenha 12 anos de educação obrigatória.

A ilha de Bali, na Indonésia será sede do próximo Fórum Internacional da Juventude. Ao falar no mês passado em um encontro na Universidade de Colúmbia, em Nova York, Ban destacou o crescente poder que representam os jovens do mundo, em uma era de veloz avanço tecnológico e na qual a informação circula cada vez mais rápido. "Para liberar o poder dos jovens devemos nos associar a eles. Isto é o que a ONU tenta fazer", enfatizou ao informar sua decisão de criar o cargo de assessor especial sobre juventude dentro das Nações Unidas.

Ban também afirmou que a ONU desenvolve um plano de ação para os próximos anos. "Queremos trabalhar com os jovens nos grandes temas que os afetam, como desemprego, inclusão política, direitos humanos e saúde sexual", indicou. "Digo isto porque, quando falamos sobre jovens, temos que ver além da demografia para entender o motivo de serem tão poderosos. Os jovens, em geral, são os primeiros a se colocar contra a injustiça. A juventude é um tempo de idealismo. Os jovens são uma força de transformação", acrescentou. O secretário-geral também destacou que os jovens utilizam as redes sociais na internet para mudar drasticamente a dinâmica do poder, organizando protestos, denunciando abusos dos direitos humanos e lutando contra a opressão. Envolverde/IPS (FIN/2012)

 
Terramérica - Meio Ambiente e Desenvolvimento
  Mais noticias
News in RSS
 Sri Lanka recorre e métodos ancestrais contra a mudança climática
 Salva-vidas afunda ainda mais a Grécia
 Ampliação de estrada atenta contra patrimônio cultural indiano
 A ignorada faceta produtiva da cannabis
 DESTAQUES: Código de barras até em colmeias
 REPORTAGEM: Estrada no Parque Nacional do Iguaçu pode acabar em impasse
 "Quando a corda da desigualdade se rompe, você tem uma crise política"
 Direitos femininos serão eixo de reunião do UNFPA em Montevidéu
 Preocupa que tensão entre Rússia e Estados Unidos afete negociação nuclear
 Trabalhadores espanhóis vítimas de disputa entre Madri e Gibraltar
MAIS>>
  Latest News
News in RSS
 U.S. Airdrops to Kobani Kurds Mark New Stage in ISIL Conflict
 History of Key Document in IAEA Probe Suggests Israeli Forgery
 Pressure Building on Obama to Impose Ebola Travel Ban
 Despite Public’s War Weariness, U.S. Defence Budget May Rise
 Ahead of Myanmar Trip, Obama Urged to Demand Extractives Transparency
MORE >>
  Ultimas Noticias
News in RSS
 Ã‰bola provoca crisis alimentaria en África occidental
 EEUU modificará obsoletos controles de productos químicos
 Belice se esfuerza por preservar su arrecife de coral
 2015 será un año decisivo para el desarme nuclear
 EEUU ayuda a combatientes kurdos en Siria y Turquía da un giro
MÁS >>