África
  Mundo
  Economía
  Direitos Humanos
  Saúde
  Ambiente
  Globalização
  Arte e Cultura
  Energia
  Politica
  Desenvolvimento
  Colunistas
 
  RSS o que é isso?
   ENGLISH
   ESPAÑOL
   FRANÇAIS
   SVENSKA
   ITALIANO
   DEUTSCH
   SWAHILI
   MAGYAR
   NEDERLANDS
   ARABIC
   POLSKI
   ČESKY
   SUOMI
   PORTUGUÊS
   JAPANESE
   TÜRKÇE
PrintSend to a friend
 

RIO+20
O espaço das mulheres na sustentabilidade
Alice Marcondes

Rio de Janeiro, Brasil, 18 de junho (TerraViva) , (IPS) - Um documento que reafirme o empoderamento das mulheres e sua importância para o desenvolvimento sustentável é o que espera a diretora-executiva da ONU Mulheres e ex-presidente chilena, Michelle Bachelet, dos Diálogos para a Sustentabilidade na Rio+20.


Crédito: Sriyantha Walpola/IPS
Michelle Bachelet: ainda é preciso avançar muito para que as mulheres tenham posição igual.
Os debates têm o objetivo de propor um texto que será enviado aos chefes de Estado a partir do dia 20.

Para Bachelet as mulheres de todo o mundo não devem ser apenas beneficiadas pela criação de políticas globais mais inclusivas, precisam ser agentes dessas mudanças. "É necessário que as mulheres tenham ferramentas para garantir a igualdade de gênero e assim ocupar posições de liderança nas esferas política econômica e social", disse Bachelet em uma entrevista coletiva concedida na manhã de hoje (18), no Riocentro, local que sedia o encontro.

Apesar de o texto elaborado conter dois parágrafos específicos sobre a temática, o pensamento de Bachelet é de que o assunto é transversal. "É algo que permeia todos os temas e nesse sentido o resultado está positivo, mas alerta que sempre é possível melhorar. As mulheres podem contribuir com todas as áreas do desenvolvimento sustentável, da erradicação da pobreza à proteção dos oceanos".

A ex-primeira-ministra da Noruega, Gro Brundtland, que foi a primeira mulher a governar seu país, também estava presenta na coletiva e, assim como Bachelet, disse acreditar que o mundo já deu passos rumo à igualdade de gêneros, porém, o caminho ainda é longo. "Na Rio 92 a percepção quanto ao papel da mulher existia, mas era insuficiente. Isso evoluiu, mas ainda é um tema negligenciado em muitos países. Agora é hora de acordar e concordar que o investimento nas mulheres é um grande catalisador para o desenvolvimento sustentável", afirmou.

A ampliação da participação das mulheres na política, na economia e na sociedade com um todo, foi apontada por ambas como fator claro de desenvolvimento. Segundo Brundtland, "nos países onde as mulheres estão presentes no governo, no parlamento ou em lideranças o desenvolvimento do país é maior". Já Bachelet, lembrou que, apesar de a participação feminina na ocupação dos postos de trabalho em toda a América Latina ter crescido 53% nos últimos anos, a presença ainda é maior no setor informal ou em cargos menos privilegiados. "As mulheres são menos de um décimo dos chefes de Estado e de governo, menos de um quinto dos membros do Parlamento e menos de 4% dos presidentes das 500 maiores empresas do mundo. Isso tem que mudar. Homens e mulheres são igualmente capazes na tomada de decisão". (IPS/TerraViva) (FIN/2012)

 
Terramérica - Meio Ambiente e Desenvolvimento
  Mais noticias
News in RSS
 Sri Lanka recorre e métodos ancestrais contra a mudança climática
 Salva-vidas afunda ainda mais a Grécia
 Ampliação de estrada atenta contra patrimônio cultural indiano
 A ignorada faceta produtiva da cannabis
 DESTAQUES: Código de barras até em colmeias
 REPORTAGEM: Estrada no Parque Nacional do Iguaçu pode acabar em impasse
 "Quando a corda da desigualdade se rompe, você tem uma crise política"
 Direitos femininos serão eixo de reunião do UNFPA em Montevidéu
 Preocupa que tensão entre Rússia e Estados Unidos afete negociação nuclear
 Trabalhadores espanhóis vítimas de disputa entre Madri e Gibraltar
MAIS>>
  Latest News
News in RSS
 Thousands of New Yorkers Protest Gaza Killings
 U.S., Regional Leaders Convene over Migration Crisis
 Israel’s U.S.-Made Military Might Overwhelms Palestinians
 U.S. Debating “Historic” Support for Off-Grid Electricity in Africa
 U.S. Ranks Near Bottom Globally in Energy Efficiency
MORE >>
  Ultimas Noticias
News in RSS
 BRICS, una brecha en ordenamiento financiero de Occidente
 Buen futuro para los precios agrícolas pero no tanto para los pobres
 Desplazados viven una pesadilla en el norte de Pakistán
 El duro oficio de volver al campo cubano
 Conferencia sobre sida llora a los muertos y discute retrocesos
MÁS >>